segunda-feira, 3 de agosto de 2009

MOULIN ROUGE


Em francês significa moinho vermelho.Cabaret tradicional da França construído em 1889.Para muitos turistas, é um lugar obrigatório de visita.Essa casa de espetáculos de Paris agitou a capital com escândalos.Um moinho de escândalos,como era chamado.Dançarinas de cancã, em coreografias de pernas a ir e vir para o alto.Sem contar com a nudez dos coristas.Deliciosamente agitou a noite parisiense.Até os dias de hoje o Cabaret inspira,como o filme Moulin Rouge-Amor em Vermelho.Repleto de paixão e tragédia.Imagino quantas histórias intensas,trágicas e até engraçadas aconteceram nesse ambiente absorvido de luxo e luxúria.Quando assisti Moulin Rouge,não só me apaixonei pelo fime,como pelo o ator Ewan McGregor.Queria poder viver uma paixão como aquela.Realmente um personagem fictício,tão dificil de encontrar no mundo real.Real mesmo,só o Cabaret e dizem Satine,personagem de Nicole Kidman.Mas vale a pena amar tanto assim?Amar tanto até o coração sangrar?Minha história seria diferente.
Por trás das cortinas vermelhas de veludo,o som dos aplausos impacientes surgiria eu, escandalosamente linda.
De vermelho e muito brilho.Corpete marcando a cintura e cinta-liga.Envolta de homens com cartolas a me seguir.Os olhares de cobiça deles e inveja delas.
Enfim,a vida imita a arte!?A arte imita a vida?
E o filme vai da comédia ao drama,passando pelo romance.É a própria vida!Porque a vida é feita de espetáculos,tragédias,escândalos.Eu por exemplo transformo minha vida todos os dias.Uma aventura com muita comédia, raramente o romance aparece.Mas nesse meu filme particular o erotismo não pode faltar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário